Brasileiro pretende viajar mais nos próximos seis meses

Divulgação/Embratur

A intenção de viagem do brasileiro cresceu pelo segundo mês consecutivo, em todas as faixas de renda pesquisadas. Segundo sondagem realizada pelo Ministério do Turismo em sete capitais, 21,1% dos brasileiros disseram que pretendem viajar nos próximos seis meses, percentual que supera os 18,7% de respostas positivas em fevereiro de 2016.

Houve aumento na intenção de viagem em cinco das sete capitais pesquisadas. Brasilia apresentou o maior crescimento, de 5,3 pontos percentuais. O aumento mais significativo da disposição de viajar até agosto deste ano se deu na faixa de renda entre R$ 4.801 e R$ 9,6 mil, ficando na segunda posição o grupo que ganha até R$ 2.100.

O Nordeste mantém a primeira posição na preferência dos entrevistados e deverá receber mais da metade dos potenciais viajantes do período. Como não acontecia há, pelo menos, dois anos, a intenção de viagem para a região ultrapassou a marca dos 50%.

De acordo com a sondagem do MTur, os estados nordestinos vão receber, em maior número, moradores do Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo. Os de Belo Horizonte, Recife e Porto Alegre preferem o Sudeste, enquanto que os de Salvador apontam para o Sul.

Em relação ao meio de transporte escolhido para as viagens que serão realizadas até agosto de 2017, houve crescimento na escolha pelo avião, de 51,9% para 57%. O brasileiro também deverá usar mais o automóvel, com aumento de 26,1% para 29,5%. Somente no item ônibus, houve decréscimo, de 14,6% para 11,6%.

A Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem (MTur/FGV) registrou aumento no desejo de viagens para o exterior, de 17,1% para 23,3%

Embora 75,8% dos potenciais viajantes tenham dito que viajarão pelo Brasil, a Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem (MTur/FGV) registrou aumento no desejo de viagens para o exterior, de 17,1% para 23,3%. Comportamento que pode ser atribuído à queda na cotação do dólar em relação ao real.

A Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem é uma pesquisa realizada em mais de 2 mil famílias em sete capitais brasileiras: Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.


Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo. Sob Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil.

Publicado em 09/03/2017




Veja também:

Preços no Ushuaia, Argentina Pouco antes de chegar ao Ushuaia, fui conhecendo pessoas que estavam vindo de lá, e que sempre me diziam que era uma cidade cara e demasiada turísti...
Passeios de barco no Ushuaia: conhecendo o Canal B... Não há dúvida que o Ushuaia, conhecida com a cidade mais austral do planeta, não desperte a curiosidade e o desejo de visitá-la. Pois é aí, na extre...
Bens culturais contam a história das missões jesuí... Igreja de São Miguel. Divulgação/Governo do Rio Grande do Sul As Missões Jesuítico-Guarani são um conjunto de bens culturais localizados na fronte...

Deixe uma resposta

Projeto Latinoamérica

Newsletter:

Insira seu e-mail: