preços no chile

É sempre bom ter uma base dos preços no Chile, ou de qualquer outro lugar para onde se está viajando. Algumas coisas podem assustar, e esse susto pode se tornar ainda maior se está vindo da Argentina, como foi meu caso. Sim, o Chile é mais caro que seus vizinhos, mas se comparado ao Brasil, seus preços não assustam tanto e algumas vezes pode ser vantajoso comprar no país. Confira alguns os itens abaixo:

COMES E BEBES:

As comidas tem preços um pouco parecidos ao Brasil, com algumas coisas mais caras e outras mais baratas. No geral, ao meu ver, são um pouco mais caras. Mas se pode comer pescados, incluindo o salmão que no Brasil é bastante caro, por preços razoáveis. Já a carne bovina, pode deixar a desejar. Não tanto pelo preço mas pelo sabor e maciez que, neste caso, é impossível não compará-la a vizinha Argentina.

Um Pizza Hut, por exemplo, uma pizza média sai por volta de R$ 30,00*.

Veja também: Índice Big Mac na América Latina em 2017

A cerveja é um pouco mais cara e os vinhos mais baratos. Uma garrafa de vinho Concha y Toro, no mercado, pode sair a partir de R$ 7,00. Já uma garrafa de Pisco, excelente lembrança do país, sai a partir de R$ 14,00 (*preços em maio 2015).

As frutas, dependendo da estação e da fruta, podem ter preços bem altos.

Supermercado Jumbo
Maio 2015
Preço aproximado em Reais
Pisco 35°GL Campanário 700 cc. $ 2.790 R$ 14,00
Pisco 35°GL Mistral 750 cc. $ 4.990 R$ 25,00
Cerveja Stella Artois 985 cc. $ 1.349 R$ 6,75
Cerveja Heineken 1 L. $ 1.949 R$ 9,75
Vinha Concha y Toro, Cabernet Sauvignon – Exportación – 700 cc. $ 1.390 R$ 6,95

Para conferir outros preços, acesse a pagina de um grande supermercado chileno: www.jumbo.cl

CIGARROS:

Para os fumantes, é bom avisar que os cigarros são mais caros. Mais que no Brasil e muito mais que na Argentina. Conheci gente que, vindo da Argentina, traziam maços e maços de cigarros para não ter que comprar no Chile. Uma carteira de Marlboro sai por volta de R$ 14,00*.

ELETRÔNICOS:

A diferença já foi mais vantajosa, mas ainda é possível comprar eletrônicos com preços atraentes no Chile.

Abaixo, alguns exemplos de preços em uma das maiores lojas de departamento do país. Nada que substitua uma boa pesquisa em lojas mais especializadas.

Lojas Ripley
Maio 2015
Preço aproximado em Reais
iPhone 6 16 GB Silver $ 539.990 R$ 2.700,00
Tablet iPad Air 2 16 GB Gold $ 349.990 R$ 1.755,00
Câmera reflex Canon EOS T5 $ 299.990 R$ 1.500,00
Xbox One 500 GB Stand Alone $ 296.990 R$ 1.490,00

MOCHILAS E ROUPAS:

Para os mochileiros, comprar uma mochila por aqui também pode ser uma boa pedida, mais até que na Argentina. Vale a pena dar uma conferida. Comprei uma Doite (www.doite.cl) e me pareceu um bom negócio. Roupas de frio também saem por bons preços. Para se ter uma boa ideia de preços de roupas no Chile, assim como de eletrônicos, segue abaixo uma pequena lista com algumas lojas chilenas.

Quanto a vir ou não com dinheiro, eu prefiro sacar o dinheiro em caixas eletrônicos do país, que se pode conseguir cotações melhores. Em 2009, uma casa de câmbio em Santiago, trocava 1 real por 240 pesos chilenos. Sacando, consegui 1 por 290, o que dava uma boa diferença. O importante é não esquecer de que os bancos cobram taxas por saque e é sempre bom saber quanto seu banco cobra e não exagerar no número de saques.

Por fim, os preços do Chile podem ser mais altos do que nos países vizinhos, mas não são nada assombrosos para quem vem do Brasil.

*preços em maio 2015

Sítios web de lojas no Chile:

Crédito da imagem: SXC

You may also like

11 Comentários
  1. Grande Rodrigo..
    Vejo que após aquela perrengue do assalto compraste outra né??
    Legal suas dicas de lojas no Chile…vou segui-las.
    Pretendo se esfriar muito, comprar lá mesmo uma blusa a mais e quem sabe uma mochila.
    Boa viagem cara..
    Semana que vem estarei na estrada tbm
    Abraços

  2. Pois é, eu estava viajando com duas câmeras. Uma menorzinha e outra, melhor, que roubaram. Agora estou usando essa pequena, que até que está respondendo bem.
    Não comentei no post, que as roupas de frio estão, agora em outubro, em promoção, tanto no Chile quanto na Argentina. Dá pra conseguir belos descontos, muitas vezes de 50%, 60%. Eu estava de olho em jaquetas, e no Chile os preços estavam melhores.

    Suerte!

  3. Nas lojas postadas por tí posso encontrar coisas em promoções…isso é bom.
    Em Mendoza e Bari…os preços tbm estão bons para blusas??? nada assim pesadão, mais pra manter a temperatura. Afinal carregar casaco pesado não é fácil…
    Abração

  4. Em Mendoza não sei, mas em Bariloche muitas lojas estão com 50% de desconto. Eu comprei uma jaqueta da Latitude, que é grande e pesada, ótima para o frio e horrível para carregar, por $ 22.000, em Puerto Montt. Acho que na Argentina não se acha por esse preço. Tem que dar uma pesquisada. Quando eu estava em Córdoba e Rosário ainda era inverno e não tinha nada em promoção e Bariloche não é uma boa base de preços para essas coisas. Tenta ver em Córdoba.
    abraço

  5. Opa!
    Vc sabe se vale mais a pena comprar a mochila e roupas em Santiago ou em La Paz? Quanto mais ou menos pagou na sua mochila Doite?

  6. Oi Guilherme, em Santiago as coisas são mais confiáveis e La Paz tem muita falsificação. Não lembro quanto paguei na minha mochila, mas acho que saiu em torno de R$ 250,00 uma dessas em 2009: http://www.doite.cl/catalogos_outdoors4.php?producto_id=635

    Eu não cheguei a comprar, nem conheci quem comprou mochila em La Paz. Mas é bom ter cuidado com imitações. Vão te oferecer um preço, que nunca é o preço final. Pechinchar é a regra.

    Um abraço!

  7. olá adorei seus comentários e gostaria de obter uma informação; acesse o meu e-mail e me add no msn para conversarmos

  8. Oi Ricardo, desculpe, mas não uso msn. Se quiser pode mandar um e-mail para contato@projetolatinoamerica.com.br

    abraço!

  9. Rodrigo,
    com relação a segurança, vc achou o Chile perigoso?
    chegou a passar pela Argentina, achou lá mais seguro? grata pela matéria, gostei muito. abç.

  10. Olá, nas vezes que fui, achei Santiago perigoso. Depois conversei com algumas pessoas que foram a cidade e não tiveram essa mesma percepção. Particularmente, eu me sinto mais à vontade na Argentina, mesmo já ouvindo falar mal da segurança em Buenos Aires.

    No fim das contas, são grandes cidades e sempre existem riscos. Provavelmente até menos dos que corremos no Brasil.

    Um abraço!

  11. A cotacao em 2018 Real X CLP 183.53 Marco 2018
    no taxto saindo a 199.03
    penso em mudar para Chile tenho pensao de 800,000 CLP/ Mes

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.