El Bolsón, encontrando a paz

El Bolson, Argentina

Vista de El Bolsón. Foto: Gallegolas48

Logo que cheguei em El Bolsón, perguntei se muitos brasileiros visitavam a cidade, como fazem com a vizinha Bariloche, e me disseram que não, pois em vez de turistas, El Bolsón atraia mais viajantes. Uma resposta interessante, que me fez pensar e entender um pouco melhor a cidade.

A apenas 2 horas de Bariloche, El Bolsón é uma cidade com cerca de 30 mil habitantes, tranquila e é conhecida por ser uma cidade um tanto hippie, tanto que tem uma grande feira de artesanato, onde se pode vê-los reunidos, de 3 a 4 vezes por semana. Por outro lado, a cidade está tão bem localizada que propicia belas caminhadas por suas inúmeras montanhas, rios, cascatas e vales. E era aí que começava minha exaustiva semana de trekking em El Bolson.

Mas deixando esse assunto cansativo para outro post, outras coisas também me chamaram a atenção. Dessa vez, me hospedei um pouco fora do centro, num lugar (La Casa del Viajero) que mais parecia uma chácara, ao lado de um grande bosque. Não sei se pelo lugar ou pela cidade, mas dá para sentir uma paz muito grande neste local. Também encontrei pessoas muito generosas e gentis. Pela primeira vez estive em um lugar em que comíamos e bebíamos todos juntos e depois repartíamos os gastos. Uma maneira não só econômica, mas de uma união muito grande, mesmo que por poucos dias. Talvez nunca mais veja as pessoas que conheci ali (na maioria argentinos de Tandil, Buenos Aires e Mar del Plata), mas sempre me lembrarei dessa experiência. Depois as pessoas foram seguindo seus caminhos, outras foram chegando, as coisas foram mudando e, aos poucos, perdendo a magia inicial.

São coisas que podem acontecer em qualquer cidade e, como tinha dito em outro post, podem variar de acordo com as pessoas que estão no hostel. Mas já dá para sair de El Bolsón com uma bela impressão: de paz, carinho e amizade.

Preços (em pesos – em 2009):

Passagem Bariloche/ElBolsón: $ 30,00
Hostel La Casa del Viajero: $ 40,00

Na internet:

El Bolsón
El Bolsón – Turismo




Veja também:

Distâncias desde Bariloche Circuito Chico. Bariloche Fornecemos mais uma lista de distâncias, dessa vez da cidade de San Carlos de Bariloche. Ótima para organizar uma viagem...
Distâncias desde Viña del Mar, Chile Viña del Mar. Foto: Célia Martyniak. Muita gente que viaja a Santiago, no Chile, tem vontade de conhecer o oceano Pacífico. A dúvida mais frequente, ...
Turismo em Buenos Aires: informações úteis Na internet, existem diversos sítios e blogs que disponibilizam informações sobre cidades, principalmente quando se trata da capital argentina e do ...
4 Comentários
  1. Rodrigooo!!! eu tambêm achei aquela magia! estou me-sintindo parte daquela experiência de amizade no Hostel de Agustin. Tomara que a gente posa voltar se-reunir, tal vez pra o proximo aniversario da Anahi….
    Por enquanto, qualquer de vocês está convidado pra pasar por Buenos Aires e ligar pra mim!
    beijoss!!!
    Leticia 😀

  2. Oba! El inicio del año me voy a Buenos Aires e te llamo. Podemos ir a Tandil, que se yó?
    besos

  3. Fiz o trekking até o Refúgio Frey em agosto/10, em solo,com muita neve e foi incrível. Pretendo voltar este ano e queria saber se é possível ir até os refúgios de El Bolson, no inverno?

  4. Oi Ezequiel, boa pergunta. Os refúgios de Cajon del Azul, Retamal e o de Piltriquitron são os únicos 3 refúgios da zona que ficam abertos no inverno. Eu falo um pouco dos três aqui no blog.
    Só não esqueça de levar boa roupa de frio, chuva e saco de dormir.

    Um abraço!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Projeto Latinoamérica

Newsletter:

Insira seu e-mail: