Caminho a pinguinera, Punta ArenasChegando a pingüinera: uma pequena caminhada.

Reserve uma tarde para conhecer a pingüinera de Punta Arenas, no sul do Chile, local onde vários pinguins de magalhães (Spheniscus magellanicus) fazem suas tocas nessa época do ano (para saber a melhor época para conhecer a pinguinera confira as datas que os pinguins podem ser vistos). Um passeio que é feito por terra, onde se vai de van até o Seno Otway e lá se caminha por algumas horas num trajeto definido.

Pinguim em frente a sua toca. Punta Arenas, ChileUm pinguim em frente a sua toca.

A vantagem de se ir por terra é que passamos por inúmeros ninhos, como tocas, de pinguins, e algumas vezes bem perto de alguns deles. A desvantagem é que vemos a praia um pouco de longe, e é onde ficam a maioria deles.

O terreno onde está a pinguinera é privado e se tem que pagar $ 1.000  (pesos chilenos) da estrada dentro da propriedade e mais $ 5.000 de entrada. Isso sem contar o transporte, que custam mais $ 8.000. No total, em uma conversão bem aproximada, saem cerca de R$ 50,00 a brincadeira.

Pinguinera em Punta Arenas, ChileNa praia.

Pensei que houvessem mais pinguins, mas mesmo assim é um passeio bem interessante, que dá vontade de roubar um deles e levar na mochila. Um bichinho muito simpático. Gostei deles.

Para quem viu o filme A Marcha dos Pinguins, fica pensando como são tontos os pinguins imperadores do filme, que ficavam de pé, no meio da Antártida, chocando seus ovos. Os pinguins de magalhães tem ninhos. Muito mais prático, seguro e inteligente.

No Ushuaia, na Argentina, fui a outra pingüinera, dessa vez de barco. Vale a pena a visita.

Preços (em pesos chilenos):
Tranporte: $ 8.000
Pedágio: $ 1.000
Entrada: $ 5.000




2 Comentários
  1. Bela foto da estrada!!!
    Mais que coisa mais linda estes pinguins, parecem tão grandes e simpáticos mesmo.

  2. Isso é muito bacana. Robson Eustáquio de Mesquita

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.