carteira-vacinacao

Antes de uma viagem pela América do Sul é necessário alguns cuidados, como a vacina contra a febre amarela que, embora não seja exigido em todos países, é recomendado em quase todos, com exceção de Uruguai, Argentina e Chile.

Em Curitiba, a vacina pode ser tomada em qualquer posto de saúde da rede municipal, gratuitamente. Em outras cidades brasileiras o funcionamento deve ser o mesmo. No entanto, o Cartão Nacional de Vacinação que esses postos fornecem não são aceitos no exterior, sendo necessário o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), que pode ser retirado em um Centro de Orientações ao Viajante, da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que no meu caso, em Curitiba, fica no Aeroporto Internacional Afonso Pena. Se você é de outra cidade, clique aqui para conhecer a lista oficial de postos.

Na internet:
– Para informações e orientações de saúde ao viajante brasileiro, consulte a página da Anvisa.

– No sítio da Organização Mundial de Saúde (em inglês), também se pode consultar as vacinas exigidas no exterior (por país): http://www.who.int/ith/en/

mapa febre amarela mundo

* É sempre bom lembrar que a vacina contra febre amarela deve ser tomada com pelo menos 10 dias antes da viagem e tem validade de 10 anos.


1 Comentário
  1. fiz um pacote de viagem para foz do iguaçu com passeio ao paraguai e gostaria de saber se tenho
    que tomar alguma vacina

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.