Vale a pena fazer a carteirinha do Hostelling International (HI)?

hi

Há alguns meses atrás eu escrevi sobre as vantagens do HI. Naquele momento, estava preparando minha viagem e realmente estava empolgado com todos os benefícios que o Hostelling International prometia.

Agora, quase 6 meses depois, tive a necessidade de fazer um artigo mais atualizado, com minhas opiniões atuais, já que o antigo ainda é acessado.

Antes de qualquer coisa, quero deixar claro que essas foram minhas impressões viajando pelo Chile e Argentina. Para outros países talvez seja diferente. Mas vamos lá:

Vale a pena pagar para fazer a carteirinha?

Para mim, não vale. Existem outras redes de hostels na América Latina, como o Ho.La, que não cobram nada, pois o importante para eles não é ganhar dinheiro com uma carteirinha, mas sim com hospedagens. Na Ho.La, você pode inclusive perder a carteirinha que o que vale é o registro que foi feito na página deles, pela internet. Nesse caso é só pedir outra no próximo hostel que for se hospedar. No HI a coisa é bem mais complicada e outra carteira terá que ser feita (e paga).

Descontos em passagens de ônibus:

A coisa não é tão simples como eu pensava. Sim, há diversas empresas que dão desconto, mas os bilhetes tem que ser retirados em poucos lugares, na maioria em Buenos Aires. Ou seja, se você está em outra cidade a carterinha não vale nada.

Descontos em Hostels:

Os sócios do HI, tem 10% de desconto nos hostels da rede, mas são lugares normalmente mais caros que os demais e, ao meu ver, com demasiadas regras. Passei por hostels muito bons, no caso de Puerto Iguazu e outros muito ruins ou muito mais caro que os demais, caso de Bariloche.

Não quero de forma alguma fazer uma anti-propaganda da rede, mas como havia feito um post que favorecia o HI, não quero que esta seja entendida como minha última palavra. Como disse, há bons hostels na rede, mas creio que pagar para ser sócio seja desnecessário. E as vantagens que eles oferecem não são tão vantajosas como fazem crer.

Na dúvida, pague para ser sócio e teste em uma viagem. O pior que pode acontecer é não querer renová-la, como eu.




Veja também:

FLISoL: Festival Latinoamericano de Instalação de ... 2010: O maior evento de divulgação de Software Livre da América Latina, acontece no próximo sábado (21), em diversas cidades. É o FLISoL (Festival L...
Viagem de ônibus pela América Latina III Quanto custa uma viagem de 30 dias pela Argentina e Chile? Dessa vez, faço um resumo da viagem que fiz no início de 2008, quase toda em ônibus. ...
IDH 2011 – América Latina Mercado del Puerto, Montevidéu, Uruguai O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) divulgou o relatório do Índice de desenvolvimen...
4 Comentários
  1. Olá, eu gostaria de saber se tem algum guia de ajuda a viajantes de 1º?? Vou para a Argentina com uma amiga pela primeira vez em janeiro de 2011 e estamos procurando qq tipo de informação, ajuda… rsrsrs
    Grata.

  2. Oi Ana, não conheço um guia específico do que você quer, mas viajar pela Argentina é tranquilo, o país tem ótima estrutura para o turismo.

    Não sei exatamente que lugares pretende ir, nem que tipo de viagem pretende fazer, mas é sempre bom levar um guia. Te indico o guia O Viajante – Argentina (http://oviajante.uol.com.br/index.php?pag=6&id=3&subid=1) ou O Viajante – América do Sul (http://oviajante.uol.com.br/index.php?pag=6&id=1&subid=1).

    No mais, é sempre bom ficar ligada em blogs que falem do assunto, como esse, a própria página do Viajante (http://oviajante.uol.com.br/) ou o fórum da comunidade Mochileiros (http://www.mochileiros.com/).

    Espero que eu tenha ajudado 🙂

  3. como fazer a carteirinha do Hostelling International (HI) ?

  4. Oi Bene, dá uma olhada na página http://www.albergues.com.br/ na seção ‘associar-se’.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Projeto Latinoamérica

Newsletter:

Insira seu e-mail: