Como fazer um roteiro de viagem com Google Maps


Visualizar Buenos Aires – atrações em um mapa maior

Nem todo mundo gosta de fazer roteiros antes de uma viagem. Mas sabemos que muitas pessoas se sentem mais seguras traçando todo o caminho, anotando nomes de hotéis, endereços de conhecidos e tudo mais que esperam encontrar. É uma forma de viajar antes de sair de casa. Onde estudamos sobre os lugares, seus pontos turísticos, sua história…

E é aí, quando estamos conhecendo esses novos lugares, que começamos a planejar. Nessa fase, vamos definindo nossas paradas, em que hotéis vamos nos hospedar, o que não podemos perder e, não raro, fazemos e refazemos esse roteiro várias vezes.

Como forma de visualizar tudo isso, uma maneira bastante prática de planejar uma viagem é através do Google Maps. Para isso, basta ter uma conta no Google, clicar em “Meus lugares”, depois em “Criar mapa” e pronto. A partir daí é só encontrar os locais desejados e ir fazendo as marcações.

Podemos traçar rotas rodoviárias, calcular distâncias, marcar as cidades que vamos parar e até mesmo os possíveis locais que iremos visitar. A facilidade de trocar ou refazer tudo é grande, o que torna o trabalho mais prazeroso.

Nas viagens feitas pelo Projeto Latinoamérica, o Google Maps é sempre utilizado antes de uma viagem. Não para ter algo que nos prenda a um itinerário, mas para ter uma ideia do que é possível realizar (mesmo que na hora façamos diferente).


Visualizar trecho em um mapa maior

Para os mais minuciosos, os mapas também podem ser trabalhados dentro de uma mesma cidade, onde lidamos com os detalhes da viagem, podendo constar hospedagens, museus, restaurantes, entre outros.

Deixamos aqui dois exemplos. De uma viagem longa, passando por diversas cidades, e de atrações em uma mesma cidade, nesse caso Buenos Aires. Mas as possibilidades são imensas. Existem diversas maneiras de preparar um roteiro com a ferramenta. Planeje a sua!

  • O segundo mapa foi o registro da viagem que descrevemos em Viagem de ônibus pela América Latina IV. Ele representa o roteiro real do fizemos. Embora os planos iniciais fossem bem diferentes, sem eles, a viagem ou até mesmo as mudanças seriam muito mais difíceis.


Por Rodrigo Souza

Editor e idealizador do Projeto Latinoamérica. Google+

1 comentário

  1. Putz, fiz um roteiro malomenos, e consegui errar nos horários e feriados quando eu fui. Por acaso bem no dia que eu separei pra certos passeios, era feriado nacional que não tinha aqui, sei que o planetário diminuiu os horários, as lojas fecharam, acabei aproveitando muito pouca coisa (e minhas amigas que não eram turistas erraram o metro, rsrs). Isso que eu perguntei pra agencia se não ia casar feriado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.