Trekking em El Bolsón: Cabeça de Índio e Cascada Escondida

Cabeça de Índio, El Bolson, Argentina

Cabeça de Índio, El Bolson, Argentina

Quando cheguei em El Bolsón uma outra hóspede do hostel, que havia chegado no mesmo dia, após ter ido a uma agência de viagens, veio me convidar para fazer alguns passeios juntos, pois esses eram feitos para um mínimo de duas pessoas.

Não recordo os valores, mas acho que eram um pouco caros. Quando nos informamos mais sobre os lugares, com outras pessoas que conheciam bem a região, fomos informados que poderíamos fazer todos os passeios por conta própria, sem a ajuda de um guia ou agência. E lá fomos nós.

Começamos pelo básico, a Cabeza del Indio e a Cascada Escondida, um passeio que se pode fazer em 3 horas mas, como nos perdemos no início, acabamos em 4 horas (é, fazer as coisas sozinho tem algumas desvantagens). Enquanto estávamos perdidos, cabeças de índio apareciam em todas as pedras, era mais ou menos como imaginar imagens nas nuvens, onde com um pouco de imaginação, se pode ver de tudo. Foi engraçado, mas depois de algum tempo encontramos a verdadeira.

De lá para a Cascata é fácil, com um caminho de 1 hora e, dessa vez, bem sinalizado.

Cascada Escondida, El Bolson, Argentina

Como nossa rota não era tão habitual, ensinada por moradores locais, o regresso foi por um caminho bem acidentado, pela margem do rio. Após cerca de 1 hora terminamos o percurso e aproveitamos para comer algo, pois a fome era imensa.

Quando voltamos ao hostel e comentamos do difícil caminho, nos disseram que ele era ótimo para a auto-estima. É verdade, estávamos mais confiantes e alegres por vencer o duro caminho de cerca de 8 km. Cansativo e belo.

Mas esse era só o começo, pois a partir daí as coisas iam ficar um pouco mais pesadas, com idas ao Piltriquitron e a Retamal.




Por Rodrigo Souza

Editor e idealizador do Projeto Latinoamérica. Google+

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.